Seja Bem vindo!
Geral

Agroindústria Glup inaugura e já projeta expansão

6 de setembro de 2019
Curta e Compatilhe

Produção de suco natural de laranja é realizada na sede da APROFRUTA, no Distrito de Buriti

Foi inaugurada na manhã desta sexta-feira, 6, a Agroindústria de suco natural de laranja Glup, localizada no Distrito de Buriti. É a 13ª agroindústria formalizada por meio de incentivos do Governo Municipal.

O empreendimento é comandado por Aldair Jesus Rosa e foi instalado na sede da Associação de Produtores do Distrito de Buriti (APROFRUTA) e certificada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A produção inicial é de 100 litros diários com comercialização em garrafas plásticas de cinco litros, um litro, 500 ml e 300 ml. Além da venda direta aos consumidores, a produção pode ser incluída ainda em ações como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

O prédio foi construído na administração do ex-prefeito Eduardo Loureiro, mas depois o projeto ficou parado e foi retomado no atual Governo Municipal, com regularização do Plano de Prevenção e Combate a Incêndio (PPCI), o restabelecimento da energia elétrica e adequação às exigências da Vigilância Sanitária.

O ato de inauguração contou com as presenças do prefeito Jacques Barbosa; vice-prefeito Bruno Hesse; presidente da Câmara de Vereadores, Maurício Loureiro; deputado estadual Eduardo Loureiro; secretário municipal de Agricultura, Gilmar Borges; o coordenador do setor de Agroindústrias, Dio mar Formenton e o presidente da APROFRUTA, Elói Schünke.

Aldair afirmou que a inauguração da agroindústria é um sonho que se realiza. Ele agradeceu o apoio do Governo Municipal. “Agradeço ao prefeito Jacques e sua equipe pela maneira incansável com que deram o auxílio necessário. Em tudo que necessitei fui bem atendido e orientado”. Fez ainda agradecimentos ao deputado Eduardo Loureiro, ao presidente da Aprofruta, Elói Schünke, pela cedência do prédio. Manifestou, também, o comprometimento com os produtores santo-angelenses na aquisição das laranjas e projetou expansão. “Começamos com a produção que estimamos ser a suficiente, mas já avaliando que podemos aumentá-la em pouco tempo”.

O secretário de Agricultura, Gilmar Borges, ressaltou a política de valorização das iniciativas dos produtores e o apoio do Governo Municipal. “Mais um empreendimento que demonstra o acerto em apostar na valorização e fortalecimento do setor.”

Em seu pronunciamento, o deputado estadual Eduardo Loureiro acentuou que o grande desafio está em fomentar empreendimentos como a agroindústria que estava sendo inaugurada, que cumpre um papel importante para gerar renda. “A industrialização agrega valor, traz um ganho positivo, movimentando a economia. A vocação regional é da produção rural. Temos que buscar a industrialização. A grande maioria dos produtos vendidos em nossos supermercados é de fora. Então, o nosso desafio é ocupar o maior espaço possível com os nossos produtos. E, logicamente, vender fora, também”.

O prefeito Jacques Barbosa lembrou que o incentivo às agroindústria está dentro do que foi proposto pela atual administração à população santo-angelense nas eleições de 2016. “E isso vem acontecendo em todos os setores”, argumentou, citando como exemplo, o número de 300 quadras de asfalto que devem ser completadas até o fim do ano. Citou ainda a prevenção a alagamentos com obras realizadas no Centro, bairros e interior e a modificação do sistema de iluminação pública e que também chegará ao interior.

“Estamos buscando sempre criar o cenário favorável para os empreendedores. Um abatedouro está previsto para o interior, o Frigorífico Alibem está aumentando os abates, a Fundimisa está voltando a realizar investimentos em Santo Ângelo, um hotel foi inaugurado recentemente e outro está sendo projetado e a Unimed Missões já anunciou um projeto de ampliação de R$ 20 milhões. São excelentes notícias”.

Para o meio rural, o chefe do Executivo destacou que até o fim do mandato, serão investidos mais de R$ 2 milhões no projeto de saneamento rural. “São 57 poços artesianos que passarão por melhorias nos reservatórios e sistemas de distribuição. A qualidade da água é essencial para os moradores e, também, para as agroindústrias.”

Após os pronunciamentos, o pastor Agnaldo Felipe da Silva, da Igreja Batista Nacional de Giruá, procedeu a bênção do prédio.

Também marcaram presença, o os secretários municipais João Terra do Amaral (Transportes); Rodrigo Flores (Habitação) e João Batista Santos da Silva (Indústria e Comércio); Adelar Cavalheiro, coordenador da Defesa Civil; Álvaro Uggeri Rodrigues, chefe do escritório local da Emater; Reinaldo Machado, presidente da Associação de Produtores de Hortigranjeiros e Produtos Coloniais de Santo Ângelo (APROCOHSA); Cristiano Flores, químico responsável pela agroindústria; Airton Peruzzi, chefe de Gabinete do Governo Municipal; Fabiam Thomas, chefe de gabinete do deputado Eduardo Loureiro e Augusto Pelegrin, representante do deputado federal Márcio Biolchi.

Texto: Hogue Dorneles
Fotos: Fernando Gomes

Deixe uma resposta