Seja Bem vindo!
Agricultura

Câmara de Vereadores homenageará 10 anos do PAA

19 de abril de 2019
Curta e Compatilhe

Programa de Aquisição de Alimentos iniciou em 2009 e atualmente envolve cerca de 100 famílias

Por proposição do secretário da Mesa Diretora do Legislativo Municipal, Vinícius Makvitz (MDB), uma Sessão Especial será realizada para homenagear os 10 anos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Santo Ângelo.

Na última semana, estiveram em reunião com Makvitz e com o presidente da Câmara de Vereadores, Dionísio Faganello, o coordenador das Associações de Produtores e das Agroindústrias da Secretaria de Agricultura de Santo Ângelo, Diomar Formenton, e o presidente da Associação dos Produtores de Hortigranjeiros de Santo Ângelo (Aprocosa), Reinaldo Machado.

Na reunião, ficou definido que um Café Colonial será realizado no dia 30 de abril, durante a 19ª FENAMILHO INTERNACIONAL, para alinhar e divulgar a data em que será realizada a Sessão Especial.

Makvitz entende que é necessário reconhecer o PAA, tendo em vista que o programa valoriza e incentiva a produção da agricultura familiar em Santo Ângelo, além de proporcionar alimentação saudável e segurança alimentar para a comunidade local.

O Programa

De acordo com Formenton, o PAA iniciou no ano de 2009, com o intuito de promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Isso ocorre por meio da aquisição de alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

O PAA também contribui para a constituição de estoques públicos de alimentos produzidos por agricultores familiares e para a formação de estoques pelas organizações da agricultura familiar. Além disso, o Programa promove o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos; fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização; valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos; incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o desenvolvimento local/regional.

Em Santo Ângelo, a Secretaria da Agricultura realiza reuniões e visitas aos produtores que fornecem os produtos com objetivo de orientar, organizar e qualificar os agricultores para uma produção de boa qualidade.

O programa, conforme Formenton, será retomado nos próximos dias com valor de R$ 340.000,00, e envolve em torno de 100 famílias que repassam os produtos para 16 Entidades Sociais.

Leticia Sangaletti – Jornalista
Marcos Luft – Fotógrafo/Cinegrafista

Deixe uma resposta