Seja Bem vindo!
Educação

Egressa de Matemática da URI conquista prêmio em Jornada de Pesquisa

8 de junho de 2020
Curta e Compatilhe

Egressa do curso de Matemática da URI Santo Ângelo, Sabrina Aquino Zarzicki, apresentou parte do seu trabalho de graduação na XXIV Jornada de Pesquisa do Salão do Conhecimento 2019, realizado na UNIJUI. Recentemente, Sabrina soube ter conquistado o resultado o prêmio “Trabalho Destaque” da Área de Ciências Exatas e da Terra.

O trabalho tem como título “O ensino pela modelagem matemática: influência da adubação nitrogenada na produtividade de girassol”, de autoria de Sabrina Aquino Zarzicki e co-autoria de Elizandro Locateli, Fagner Weirich e Rubia Diana Mantai.

A sessão solene de entrega dos certificados aos autores dos trabalhos premiados foi adiada devido à pandemia do Covid-19.

Resumo do trabalho premiado

“A modelagem matemática pode ser utilizada para resolver problemas reais, trazendo benefícios à sociedade. Sabendo que a economia da região Sul do país depende da agricultura, foi determinada a cultura do girassol como objeto de estudo da modelagem matemática. O objetivo do trabalho é preconizar a aplicação da modelagem matemática no estudo da produtividade de grãos de girassol em função da adubação nitrogenada, definindo técnicas de manejo que determinam um cultivo sustentável ao produtor. O experimento foi realizado no município de Santa Rosa – RS, o delineamento experimental foi constituído de blocos casualizados, tendo como fator de tratamento doses de nitrogênio nos níveis 0, 30, 50 e 100 kg ha-1. Para a análise dos dados e obtenção dos resultados, em relação à produtividade de grãos, altura da planta, peso e diâmetro do capítulo das plantas, foram utilizados os modelos matemáticos: Anova, análise de correlação, e teste de médias. A Anova mostrou que as diferentes doses de nitrogênio influenciaram significativamente na produtividade dos grãos. O modelo de correlação verificou o sentido e a magnitude de relação existente entre variáveis, auxiliando no entendimento da ação do nitrogênio na planta. E o teste de médias indicou a dose de 50 kg/ha de nitrogênio como aquela que proporciona uma maior produtividade de grãos. Por meio da modelagem matemática foi possível determinar manejos de adubação nitrogenada eficientes e sustentáveis para produtividade do girassol, trazendo além do conhecimento matemático, uma análise de manejo que visa atender à base econômica da região.

O trabalho na íntegra pode ser acessado em: https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/salaoconhecimento

Gilda Gonçalves Karlinski – Jornalista

Assessoria de Comunicação- URI Santo Ângelo

Deixe uma resposta