Seja Bem vindo!
Santo Angelo

Hortifrutigranjeiros apresentam queda mensal de 18% na cesta básica de setembro

9 de outubro de 2019
Curta e Compatilhe

No mês de setembro o grupo dos hortifrutigranjeiros apresentou a maior queda da cesta básica. O produto do grupo que mais favoreceu para a baixa foi o repolho, que obteve média de preços em setembro de R$ 1,37 o quilo, com uma queda de quase 50% em relação a agosto, quando custava em média R$ 2,71 o quilo. Em setembro a verdura chegou a custar R$ 0,59 o quilo em mercados da cidade. Acompanhando o repolho, estiveram com preço em queda a cebola (35%) e a batata inglesa (29%). Destaca-se a cebola, que vinha de duas altas consecutivas, sendo que em agosto alcançou R$ 4,97 o quilo, chegando a custar até R$ 5,69 em alguns mercados. No mês de setembro a queda mensal de 35% foi atingida visto que o produto custou em média R$ 3,23, com preços variando entre R$ 4,19 e R$ 2,49.

Em contrapartida, na cesta alguns produtos obtiveram variações positivas consideráveis, como é o caso do queijo mussarela fatiado que, com alta de 18,5%, foi o preço que mais subiu na pesquisa. O queijo ficou na média de R$ 29,55 o quilo em setembro, porém em agosto custava R$ 24,94, mês no qual podia ser encontrado por até R$ 17,90. Sucedendo o queijo, como maiores altas, estiveram os ovos de granja e o sabão em pó, entretanto com variações menos expressivas, 10,9% e 9,6%, respectivamente

Em relação aos grupos de produtos da cesta básica, a maior variação ficou mesmo com os hortifrutigranjeiros, sendo que a queda deste grupo representou a diminuição de, na totalidade, R$ 10,40, visto que o grupo teve participação de quase 6% no valor final. A maior alta entre os grupos foi do leite e derivados, de 5,9%, muito por conta do próprio queijo mussarela fatiado. Mas como o grupo tem baixa participação na cesta, sua alta não contribuiu muito para o valor final. Porém, o leite e seus derivados ainda apresentam considerável baixa anual de 5,3%, sabendo que em setembro custaram R$ 64,46 e nesse mesmo mês, no ano passado, estavam avaliados em R$ 68,05.

No total a cesta básica custou R$ 779,45 em setembro, representando queda mensal de 0,7%, visto que em agosto custou R$ 785,20. No entanto, obteve alta anual de 2,1%, sendo que em setembro do ano passado custava o total de R$ 763,62. Tal variação anual tem sido positiva em todos os meses deste ano, mostrando que os componentes da cesta básica, no geral, estão mais caros em comparação ao ano passado.

A pesquisa que avalia o custo da cesta básica no município de Santo Ângelo é realizada mensalmente pela URI Santo Ângelo nos principais mercados da cidade pelo aluno bolsista Gabriel da Rosa Lütchemeyer, juntamente com as professoras Lucélia Ivonete Juliani e Neusa Maria da Costa Gonçalves Salla.

Deixe uma resposta