Seja Bem vindo!

Incêndio em apartamento no centro de Santo Cristo

4 de setembro de 2018
Curta e Compatilhe

Recentemente criado em Santo Cristo, o Grupo de Bombeiros Voluntários foi decisivo no combate às chamas que por pouco não destruíram o apartamento da comerciante Maria Maders, situado no terceiro andar do prédio de sua propriedade, localizado em frente a fábrica da empresa Libidos, na altura do número 2.520 da Rua Dom Pedro II, centro da cidade. 

Eram cerca de 15h15min da tarde desta terça-feira (4), quando vizinhos viram fumaça negra saindo das janelas do apartamento. Rapidamente, eles e outras pessoas que passavam pelo local, se mobilizaram com extintores de incêndio – 13 deles foram usados -, e deram início ao combate ao fogo. 

Jonas dos Santos foi um dos primeiros a chegar. Ele conta que estacionou seu veículo na rua ao lado e subiu as escadarias do prédio para retirar a moradora, que estava tentando combater as chamas. Ele teve que arrombar a porta do imóvel para retirar Maria do local, correndo risco de intoxicação devido a densa fumaça negra que havia no apartamento. 

Um comerciante que não quis se identificar e cujo estabelecimento fica no entorno disse que ouviu dois estrondos fortes, parecidos com estouros de fogos de artifício, seguidos de fumaça saindo pelas janelas do apartamento. 

Gabriel Mallmann Noschang, presidente dos bombeiros voluntários, disse que ele mantém um grupo de WhatsApp para fins de comunicação em caso de sinistro. Isso foi decisivo para mobilizar grande parte dos 43 voluntários que integram o grupo. A Defesa Civil do município também esteve presente no local, assim como a Brigada Militar.

Outro fator fundamental no combate às chamas foi o uso de um tanque de água, já abastecido, acoplado a um trator, equipamentos de propriedade de Representações Birck, cuja empresa fica na mesma rua, a poucos metros do local. 

Em poucos minutos, com o uso da água do tanque impulsionada por uma bomba através de uma mangueira própria para esse fim, as chamas foram debeladas, evitando assim danos de grandes proporções, já que o fogo poderia ter se alastrado para os demais apartamentos e unidades comerciais situados no prédio.

Eram 16h quando um caminhão do Corpo de Bombeiros de Santa Rosa chegou ao local. Mas graças a eficaz ação dos bombeiros voluntários de Santo Cristo o incêndio já estava completamente controlado. 

A proprietária do prédio estava com o rosto e os cabelos impregnados de fumaça negra, tendo sido conduzida ao Hospital de Caridade de Santo Cristo para exames. Houve apenas danos materiais de relativa monta. 

Fonte: Donato Heinen-Grande Santa Rosa Notícias

Deixe uma resposta