Seja Bem vindo!
Cultura

Liminar determina que candidata mais velha seja empossada como nova presidente do MTG

23 de janeiro de 2020
Curta e Compatilhe

Uma liminar da Justiça determinou, nesta quinta-feira (23), que a candidata Gilda Galeazzi, 65 anos, seja empossada como presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). A escolha da nova líder foi judicializada depois de um empate em 530 votos entre as chapas de Gilda e da outra candidata, Elenir Winck, 61 anos. O resultado é inédito na história do MTG.

A entidade alega que, segundo o critério de desempate previsto no regulamento, a vitória deveria ser da chapa que tiver o integrante mais idoso (leia aqui o artigo 127 da legislação tradicionalista). Por esse entendimento, Elenir tinha sido declarada vencedora (a chapa dela trazia Wilson Barbosa de Oliveira, de 77 anos). No entanto, a que alcançou segundo lugar, Gilda, ingressou na Justiça por avaliar que o candidato à presidência mais velho é que deve ser empossado.

A decisão favorável à posse de Gilda é da juíza Carmen Luiza Rosa Constante Barghouti, da 2ª Vara Cível da Comarca de Lajeado. Cabe recurso.

Na decisão desta quinta, a juíza afirmou que a candidata mais velha, Gilda, deve ser a nova líder da entidade, citando também que “nas próprias cédulas de votação constavam apenas os nomes das concorrentes ao cargo de presidente (ao lado dos nomes das respectivas chapas)”.

 

 

g1/zh

Deixe uma resposta