Seja Bem vindo!
Tecnologia

Modernização em telefonia acarretará economia de 50% ao município

23 de janeiro de 2020
Curta e Compatilhe

Nova tecnologia foca na redução de gastos com excedentes nas contas telefônicas. Comunicação entre os setores da prefeitura está temporariamente prejudicada

O Governo Municipal está investindo na modernização de todo o serviço de telefonia e telecomunicações nas repartições públicas da Prefeitura de Santo Ângelo. Com a alteração dos serviços realizada pela empresa Tarifa Zero Consultoria Telecom, os ramais internos e externos da prefeitura municipal voltarão a funcionar, normalmente, a partir da próxima segunda-feira (27).

De acordo com o diretor financeiro Tarifa Zero, Leonardo La Bella Silva, a modernização do serviço inclui a migração da tecnologia analógica para a digital. “Os servidores vão poder usufruir de novos ramais digitais, com uma resposta mais rápida e clara, menu de atendimento, alteração de equipamentos (centrais, ramais, cabos, etc). Tudo isto é destinado ao contribuinte, para que o mesmo tenha mais facilidade e praticidade para ser atendido. Uma vez que o servidor troque de espaço físico, ele poderá levar consigo o seu número de telefone, sem problema e alteração de nenhuma nova instalação”, explicou.

CONEXÃO DIRETA ENTRE AS CENTRAIS

De acordo o diretor do Departamento de Processamento de Dados (DPD) da Prefeitura de Santo Ângelo, José Fioravante Schneider, com a modernização do serviço de telefonia serão quatro centrais em todo o Poder Público. “Estamos migrando para um novo sistema de telecomunicação no município, onde todas as centrais estarão conectadas diretamente. As centrais funcionarão na prefeitura, no Espaço Cidadão e nas secretarias de Saúde e Educação”, explica.

ECONOMIA DE 50% NAS CONTAS TELEFÔNICAS

Com a modernização do setor, o diretor de DPD estima a redução de 50% nos gastos com as despesas telefônicas em toda a Administração Municipal. “Com a troca física dos ramais, as novas centrais telefônicas, a mudança dos aparelhos analógicos por digitais e o serviço de ligação direta entre o mesmo, culminará na redução de em torno de 50% dos custos do Governo Municipal com a telefonia”, disse Schneider.

De acordo com a assessora administrativa da Secretaria Municipal do Planejamento, Grazieli Biermann de Oliveira, os gastos com a telefonia fixa no município oscilam entre R$ 16 a R$ 18 mil mensais e a telefonia móvel tem gastos entre R$ 1 mil a R$ 1,2 mil mensais. “No mês de dezembro do ano passado, a telefonia fixa gerou a conta de R$ 16.898,26 e a móvel da Oi R$ 1.177,14”, informa.

Para o prefeito Jacques Barbosa, o investimento na modernização do sistema de telefonia e de atendimento é mais uma medida de governo para qualificar os serviços prestados ao cidadão, com reflexos na agilidade da resposta ao contribuinte e na austeridade com os recursos públicos.


Texto/foto: Rodrigo Bergsleithner

Deixe uma resposta