Seja Bem vindo!
Educação

Município de Santo Ângelo vai lançar programa de prevenção a alagamentos

26 de fevereiro de 2019
Curta e Compatilhe

Na primeira etapa, prevista para iniciar neste semestre, serão investidos mais de R$ 2 milhões em obras de drenagem pluvial

O Governo Municipal e o Fundo de Gestão Compartilhada (FMGC) deverão lançar nos próximos dias um programa dedicado exclusivamente a combater os frequentes alagamentos e inundações em diferentes pontos da cidade, registrados em época de ocorrência de eventos hidrológicos de alta intensidade e que se arrastam ao longo de décadas, provocando impacto sobre a sociedade, com riscos de prejuízos materiais e, mesmo de perdas de vidas humanas.

As obras de drenagem pluvial urbana, que geralmente não passam visibilidade como realização de governo por estarem enterradas, na opinião do prefeito Jacques Barbosa, são fundamentais para a organização da cidade e para a preservação do patrimônio da população.

Para confirmar a implantação do projeto de Governo, o Fundo de Gestão Compartilhada (FMGC) aprovou nesta terça-feira, 26, a destinação dos recursos necessários para a instalação da primeira etapa do Programa Municipal de Prevenção a Alagamentos com previsão de investimentos de mais de R$ 2 milhões. “Solucionar problemas de inundação em ruas e residências é uma preocupação do Governo Municipal e de todos os conselheiros. A nossa luta é a luta deste colegiado para equacionar estas questões e preservar o patrimônio das pessoas que vivem em áreas sujeitas à inundação”, declarou o prefeito durante a reunião mensal do Fundo de Gestão.

O prefeito Jacques e o secretário municipal do Meio Ambiente, Francisco da Silva Medeiros, afirmaram aos conselheiros que os valores serão investidos na drenagem pluvial de áreas com situações mais urgentes, a partir de estudos do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Federal da Fronteira do Sul (UFFS), Campus Cerro Largo, realizado no ano passado em parceria com o município, que elaborou um diagnóstico da rede de drenagem pluvial de Santo Ângelo, e em relatórios da Defesa Civil local.

Os recursos para a implantação do Programa, segundo o secretário do Meio Ambiente, estão sendo viabilizados pelo esforço do Governo Municipal durante o processo de revisão contratual de concessão com a CORSAN que rendeu mais de R$ 14 milhões para Santo Ângelo, destinados para a pavimentação asfáltica de mais de 50 quadras, para obras de saneamento básico e projetos e programas de educação ambiental.

ÁREAS

Esta primeira etapa tem previsão de investimentos de R$ 2.026.306,66 para a instalação da rede de drenagem pluvial nos seguintes trechos: Rua Francisco Donato e Rua Juca Raimundo, e na Rua Sepé Tiaraju até a Rua Coronel Carlos de Campos Gay, no Bairro Emília; Rua Santo Ângelo e Rua São Luiz, no Bairro Ditz; Rua Vicente Manoel de Deus, entre as ruas Piratini e Tenente Fidélis, no Bairro Missões; Rua Antunes Ribas, entre a Avenida Rio Grande do Sul até a Ponte do Rio Itaquarinchim, no Bairro Centro Sul; Avenida Venâncio Aires, entre as ruas Gaspar Martins e Alfredo Leopoldo Fett; Rua 25 de Julho, trecho entre a Rua Marquês do Herval e o Rio Itaquarinchim.

BAIRRO VERA CRUZ

As obras de drenagem pluvial no Bairro Vera Cruz, atendendo uma reivindicação de mais de duas décadas dos moradores, foi concluída recentemente pelo Governo Municipal. Na comunidade, o município investiu R$ 128,7 mil na instalação de 572 metros de tubulação, também com recursos aprovados pelo Fundo de Gestão Compartilhada em Saneamento Básico.

LICITAÇÃO

Medeiros e o diretor da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Antônio Cardoso, também entregaram ao prefeito Jacques, aos técnicos do Setor de Projetos do Governo, representado pelos engenheiros Cléberson Taborda e Tunian Müller, e ao diretor de Compras, Jeferson Toniazo, as licenças ambientais para a instalação do Programa de Prevenção a Alagamentos, e do procedimento licitatório para as obras de drenagem pluvial.

Fotos: Fernando Gomes

  •  
    36
    Shares
  • 36
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta