Seja Bem vindo!

No Dia do Trabalho, e do Trabalhador, Sindilojas Missões lembra a importância do empresário para a geração de emprego e renda

1 de maio de 2018
Curta e Compatilhe

No Dia do Trabalho, e do Trabalhador, Sindilojas Missões lembra a importância do empresário para a geração de emprego e renda

Historicamente o Dia do Trabalho e o Dia do Trabalhador tem relembrado as conquistas da classe laboral. Porém, um personagem sobressai nessa data: o empregador, ou empresário. É ele o responsável pela geração de milhares de empregos no mundo, e, principalmente, por fazer a economia girar, uma vez que sem emprego não há renda e, sem renda, não há como investir em nenhum setor.

As conquistas históricas, ao longo dos anos, esqueceram de mencionar uma parte dos atores principais dessa data, que precisam caminhar, juntos, para semear o crescimento e o desenvolvimento econômico. Sem o empresário não existe empregos formais e, sem emprego, portanto, nada mais haveria para lembrar.

Em 2017, segundo análises do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), setores como indústria, comércio e serviços foram os que mais contrataram ao longo do ano. De janeiro a agosto, os pequenos negócios acumularam saldo positivo de quase 327 mil empregos, enquanto as médias e grandes empresas extinguiram 182,4 mil postos de trabalho.

Em 2018, porém, o quadro mudou: o Brasil fechou os últimos três meses com aumento consecutivo nas vagas de trabalho, no que diz respeito a setores como indústria e serviços. No entanto, esse resultado não reflete a iniciativa comércio, que vive uma de suas piores crises históricas: 5,8 mil demissões.

Para o Sindilojas Missões, o estudo reflete a pouca valorização do comércio nas iniciativas publicas, a alta taxa de tributação e os encargos sociais. Os empresários, de acordo com a entidade, são os únicos trabalhadores que precisam chegar primeiro no serviço, são os últimos a sair e ainda arcam com todas as despesas do serviço, o que vem, ano após ano, dificultando cada vez mais a iniciativa.

Na região missioneira, em 17 municípios da base do Sindilojas Missões, são mais de 1.480 empresas de pequeno porte, que juntos, geram emprego e renda para o comércio varejista. Há alguns anos o número era bem maior.

 

O déficit gradativo e preocupante mostra um empresário esforçado em superar a crise, apesar da dificuldade, e com muita vontade de, também, ser reconhecido enquanto classe atuante para o desempenho da atividade. “Nesse dia 1٥ de maio fica a nossa gratidão a esses que, com sua garra e força de vontade são capazes de superar todas as dificuldades, e ainda pensar na valorização de seus colaboradores, na geração de desenvolvimento para suas cidades e, com muito carinho, no respeito e a valorização da família.

No Dia do Trabalho e do Trabalhador, a figura do empresário se fortalece”, destacou o líder empresarial, presidente do Sindilojas Missões, Gilberto Aiolfi.

Deixe uma resposta