Seja Bem vindo!
Educação

Peregrinos completam 15 dias de Caminhada Jesuítico-Guarani; Veja vídeo

1 de setembro de 2019
Curta e Compatilhe

Ao cruzar o Rio Paraná na divisa entre o Paraguai e a Argentina, na tarde da quinta-feira, 29 de Agosto, 12º dia de percurso, os peregrinos da Caminhada Internacional Jesuítico-Guaraniforam recebidos na cidade argentina de Corpus Christi, no Porto Maní, pelo ministro do Turismo da província de Misiones, José María Arrúa, que destacou esta iniciativa que uniu as três nações (Paraguai, Argentina e Brasil), vindo a fortalecer o desenvolvimento do turismo. Na oportunidade, o ministro anunciou que está em estudo a possibilidade de uma nova caminhada incluindo o Uruguai e a Bolívia no percurso.

Foi uma recepção calorosa da comunidade, hospitaleiros, grupos tradicionais, autoridades, inclusive de José María Arrúa, Ministro de Turismo da Província de Misiones e pelo intendente (prefeito) de Corpus Christi, Orlando Rostan.

Corpus Christi, também foi um povoado missioneiro no período jesuítico guarani, e a passagem dos peregrinos na fase experimental colaborou para a mobilização da cidade no resgate de sua rica história. Há um grande trabalho sendo desenvolvido com arqueólogos, pesquisadores, historiadores. Os peregrinos puderam conhecer parte deste trabalho e visualizar os vestígios ainda preservados e integrados completamente com a natureza.

Ao chegar em San Ignácio Mini, os peregrinos visitaram o Sítio Arqueológico – Patrimônio Cultural da Humanidade –. Construções impressionantes, os peregrinos, mais uma vez, puderam ter noção da grandiosidade das obras construídas por jesuítas e guaranis nos séculos XVII e XVIII.

13º dia

Na sexta-feira, 30, os peregrinos partiram de San Ignacio Mini pela manhã, chegando no final do dia no município de Nuestra Señora de Loreto, onde também foram realizadas visitas ao Sítio Arqueológico. “Após a visita aos sítios de Santa Maria La Mayor e Santa Ana, estávamos agora em frente a Redução Jesuítica Guarani Nuestra Señora de Loreto”, disse Marta Benatti.

Loreto faz parte do “Programa Misiones Jesuiticas” com as outras três Reduções Jesuitisas argentinas declaradas Patrimônio da Humanidade. A Missão Jesuítica Nossa Senhora de Loreto foi declarada: Patrimônio Histórico Cultural Provincial – 1969; Monumento Histórico Nacional – 1983 e Patrimônio da Humanidade / UNESCO – 1984.

A Redução de Loreto se estabeleceu na atual localização de suas Ruínas em 1686. Como em outras missões apresenta um trassado ordenado em redor da grande praça onde localizava-se o conjunto da igreja, sacristia, casa dos padres, escola cemitério, horta e demais dependências comunitárias, os demais entornos eram compostos pelas casas dos índios.

14º dia

No sábado, 31, o grupo partiu em direção ao município de Cerro Azul, devendo chegar neste domingo, 1º de setembro, quando se completam 15 dias de caminhada. O trajeto segue por Cerro Azul, Mártires, Santa Maria Maior, Itacaruaré e San Javier, chegando ao Brasil no dia 5 de setembro, em Porto Xavier. No dia 6 de setembro, seguem à Assunção do Ijuí, depois Pirapó, São Nicolau, São Luiz Gonzaga, São Lourenço, Caaró, São Miguel, Carajazinho, São João Batista, Entre-Ijuís e, finalmente, chegando a Santo Ângelo no dia 15.

Rodrigo Bergsleithner

Fotos: Marta Benatti

Deixe uma resposta