Seja Bem vindo!
Santo Ângelo

Polícia Civil e Brigada Militar de Porto Xavier prendem homem acusado de violência doméstica

3 de junho de 2020
Curta e Compatilhe

Agressor ameaçou matar a companheira caso ela não mudasse depoimento na Delegacia de Polícia

Na tarde desta terça-feira (02/06), agentes da Polícia Civil e Brigada Militar de Porto Xavier/RS prenderam um homem de 38 anos de idade, que vinha sendo investigado por praticar diversos atos de violência doméstica contra a companheira.

Casos de violência doméstica praticados pelo investigado contra a companheira já vinham ocorrendo há pelo menos 09 anos, sendo que em várias ocasiões a vítima renunciou ao direito de processar o agressor. Em dezembro do ano passado, o agressor desferiu vários socos e tapas pelo corpo da companheira, deixando várias lesões aparentes. Na ocasião, o agressor ainda tentou esganar a vítima, pressionando-lhe o pescoço com ambas as mãos. Depois disso, o agressor acabou preso, mas posteriormente foi solto, voltando novamente a perseguir a companheira, mesmo impedido de se aproximar dela. No início do mês de maio, além de perseguir e importunar a companheira, o agressor ainda tentou invadir a casa onde ela reside com os filhos do casal, tentando ingressar por uma janela, sendo impedido por um homem que passava pela rua naquele momento.

Depois disso, aparentemente não contente, o agressor voltou a manter contato com a vítima, ameaçando matá-la caso não mudasse o depoimento na Delegacia de Polícia, inocentando-o. Diante dessa última ameaça, o agressor foi preso preventivamente. A prisão foi realizada no bairro Floresta, por agentes da Polícia Civil e Brigada Militar, que conduziram o criminoso ao Presídio Regional de Santo Cristo.

O casal, que reside em Porto Xavier há alguns anos, possui três filhos, sendo que apenas a companheira trabalha para sustentar os filhos. O agressor possui diversos antecedentes por crimes de lesão corporal, ameaça, resistência à ordem policial, furto, desacato, roubo, posse de drogas, descumprimento de medida protetiva, coação no curso do processo e crimes de trânsito.

A Polícia Civil orienta as mulheres vítimas de violência doméstica a sempre procurarem a Delegacia de Polícia Civil mais próxima, podendo manter contato pelo telefone 197, em casos de urgência.

Fonte: Polícia Civil

Deixe uma resposta