Seja Bem vindo!
Santo Ângelo

Rio Grande do Sul sairá de 0°C para 40°C em 48h00

28 de setembro de 2020
Curta e Compatilhe

Assim como nos últimos eventos de chuva, instabilidade se concentraria novamente sobre áreas do centro/sul do estado

Começamos essa previsão com uma notícia não muito boa para aqueles que já “não aguentam mais chuva”, como é o caso de algumas (e não todas) áreas do RS e também para aqueles que precisam muito da chuva e que vem sentindo muito a sua falta, como é caso de algumas áreas do PR, SP, MS e outros estados do Brasil Central, que vem enfrentando uma jornada de tempo muito seco e quente.

Nesta terça-feira (29), a presença de uma massa de ar seco e frio (anticiclone) sobre o Sul do Brasil, em especial sobre o Uruguai, RS e parte de SC, ainda garantirá tempo seco, com ampla presença do sol ao longo do dia nessas regiões. E em função disso, a próxima madrugada será marcada por um resfriamento mais significativo, com sensação de frio e marcas próximas ou abaixo dos 5°C em pontos da Campanha, Sul gaúcho e Serras Gaúcha e Catarinense, não se descartando a ocorrência de geada tardia de forma localizada nessas regiões (figura 1A). A tarde, o calor volta a se fazer presente em pontos do noroeste, onde os termômetros podem se aproximar dos 30°C (figura 1B).

Figura 1. Projeção de temperaturas mínimas (A) e máximas (B) para essa terça-feira (29/09) no Sul do Brasil e Utuguai.

Conforme a massa de ar seco e frio se afasta para o oceano, rapidamente se restabelece o fluxo de ar quente e úmido associado ao JBN (Jato de Baixos Níveis) pelo interior do continente, o que fortalecerá o sistema de baixa pressão atmosférica no interior do continente, que deve prolongar um “cavado” em direção ao Rio Grande do Sul já partir do final da noite de terça e principalmente no decorrer de quarta-feira (30), refletindo na formação de novas áreas de instabilidade que atuarão sobre áreas do centro e sul gaúcho, incluindo as regiões da Grande Porto Alegre e de Santa Maria, Uruguaiana, Alegrete, Livramento, Bagé e Pelotas, que terão chuva acompanhada de trovoadas, algumas fortes, com potencial para vendavais e precipitações de granizo de maneira localizada. Nas demais regiões, em especial em áreas do setor nordeste do RS (como a Serra, por exemplo) e no estado de SC, mesmo chuvas passageiras com temporais isolados não poderiam ser descartados, especialmente entre o final da manhã e durante a tarde.

Nesse mesmo dia, áreas do setor norte e noroeste do estado, em especial áreas que fazem divisa com a Argentina, terão o predomínio de ar seco e quente, com temperaturas mais uma vez muito altas, entre 35°C e 40°C (figura 2B).

Figura 2. Projeção de temperaturas máximas para a tarde de quarta (A) e da intensidade e posição das instabilidades na manhã de quarta (B) do modelo regional WRF 5 km.

Na quinta-feira (01/10), o avanço de uma nova frente fria pela Argentina e Uruguai, somado ao intenso fluxo de ar quente e ao aprofundamento do sistema de baixa pressão já preexistente no interior do continente, devem contribuir para mais um dia com chuva e temporais em áreas do centro/sul gaúcho e do setor norte e nordeste do Uruguai (figura 3B). Apesar disso, haverá períodos de melhoria ao longo do dia nessas regiões, incluindo a região da Grande Porto Alegre, que terá o sol aparecendo e sensação de muito abafamento em alguns momentos. No setor norte e noroeste do estado, o tempo seco e quente deve predominar, com muito calor e temperaturas muito altas, entre 35°C e 40°C em alguns pontos (figura 3A).

Figura 3. Projeção do modelo norte-americano GFS para temperaturas máximas (A) e posição das chuvas (B) na tarde da próxima quinta-feira (01/10).

Na sexta-feira (02), o avanço de uma massa de ar frio de origem polar pelo centro/sul da Argentina, na retaguarda da frente fria que estará atuando sobre o centro do RS, proporcionaria queda das temperaturas em grande parte do estado, especialmente em áreas do centro/sul gaúcho, onde as instabilidades com chuva e eventuais temporais estarão atuando. Esse ar frio de característica bloqueada com chuva, traria sensação de muito frio para a época em plena tarde para diversos municípios gaúchos. No extremo norte e noroeste gaúcho, sobretudo em áreas próximas a divisa do RS com SC, que estarão sob atuação de ar muito quente e mais seco, o risco de chuva é menor e as temperaturas ficariam mais altas (figura 4). Em áreas de SC, especialmente do centro/leste, haveriam condições favoráveis para pancadas de chuva acompanhadas de temporais em pontos isolados. No Uruguai, grande parte dos departamentos teriam predomínio do tempo seco e frio, com exceção de áreas próximas ao RS, que teriam condições para chuvas e temporais isolados.

Figura 4. Projeção do modelo regional WRF 12 km para temperaturas em superfície ao meio dia da próxima sexta-feira (02/10).

No sábado (figura 5), o avanço da frente fria um pouco mais para norte e a interação do ar frio logo em sua retaguarda com ar quente em sua vanguarda, trariam condições para mais chuva com chance de temporais isolados, de forma mais abrangente que nos demais dias em cidades do norte e noroeste do RS e em SC. Neste dia, as temperaturas ficariam mais baixas em praticamente todo o Rio Grande do Sul, lembrando um típico dia de inverno, com frio e umidade. Em áreas do extremo sul gaúcho, o ar mais seco predominaria e o risco de chuva seria menor. No Uruguai, o tempo ficaria seco, frio e “ventoso”, com rajadas entre 40/60 km/h.

Figura 5. Projeção do modelo regional WRF 12 km para temperaturas mínimas pela manhã (A) e máximas a tarde (B) no próximo sábado (03/10).

No Domingo, a massa de ar frio manteria ao menos na primeira parte do dia, tempo seco no RS, com retorno das instabilidades da tarde para noite, especialmente em áreas da faixa leste e Costa Doce. Confira abaixo (figura 6), a previsão de chuva acumulada até a próxima segunda-feira (05/10). Esses e todos os mapas utilizados nessa previsão, você pode ter acesso assinando a plataforma do Sigma Web. Como se trata de uma previsão para vários, siga acompanhando a nossa página para novas atualizações.

Figura 6. Mosaico composto por diferentes modelos de previsão do tempo, para chuva acumulada prevista até a próxima segunda-feira (05/10)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *