Seja Bem vindo!
Saúde

Secretaria da Saúde amplia capacidade de testagem contra a Covid-19, em Santo Ângelo

2 de junho de 2020
Curta e Compatilhe

Testes rápidos têm detectado mais casos, porém permitem o isolamento do infectado e a quebra na cadeia de transmissão vírus

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já adquiriu 300 testes rápidos para detectar a Covid-19 e recebeu 1.240 testes da Secretaria Estadual de Saúde (SES), repassados pela 12ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS). Com esta disponibilidade, a Secretaria da Saúde ampliou sua capacidade de testagem, conseguindo detectar um maior número de infectados e direcionando ações de prevenção para mitigar a circulação do novo Coronavírus em Santo Ângelo.

O secretário Municipal de Saúde, Luis Carlos Cavalheiro, afirmou que testar caso suspeito de Covid-19, é essencial para identificar e isolar o máximo de pessoas infectadas e saber quem pode ter entrado em contato com elas para que se possa quebrar a cadeia de transmissão. “O teste é o primeiro passo para conter o vírus. No entanto, existem condicionantes para a sua aplicação e que precisam ser observados. O teste rápido está sendo feito naquelas pessoas que tiveram contato com algum caso positivo ou quando há suspeita que o diagnóstico clínico de alta não está correto, porque a pessoa apresenta algum sintoma”, explicou.

Cavalheiro salienta que a testagem é realizada de acordo com a normativa da SES, em que a indicação para testes laboratoriais incluem, além das pessoas com contato domiciliar e pessoal com casos confirmados, as gestantes (em qualquer idade gestacional) e puérperas, os profissionais de veículos de transporte de carga e transporte coletivo de passageiros, da saúde, da segurança pública, da Assistência Social e do sistema de garantia de direitos da Criança e do Adolescente, e de trabalhadores da administração penitenciária e do sistema sócio educativo e a população indígena.

CONFIRMAÇÕES

Santo Ângelo tem 71 casos confirmados desde o primeiro registro do novo Coronavírus, em 25 de abril, incluindo os ativos, pacientes recuperados e óbitos, foram 50 notificações positivas realizadas por meio de teste rápido, o que incluem os realizados pela SMS, e pelos hospitais Santo Ângelo (HSA) e da Unimed Missões, além dos laboratórios particulares.

O secretário argumentou que com melhores condições de testagem, o registro de casos deverá aumentar. Porém, ressaltou que também permitirá que as autoridades de saúde aprimorem os resultados na contenção do novo Coronavírus com o isolamento do infectado e de seus contatos, estancando a possibilidade de transmissão maciça na sociedade.

QUANDO TESTAR?

A enfermeira Daniana Pompeo, que integra a Comissão de Vigilância Epidemiológica de Prevenção e Combate à Covid-19 da SMS, explica que a testagem laboratorial referente à Covid-19 segue a Normativa 10 do Centro de Operações de Emergência do Rio Grande do Sul (COE-RS), que orienta para que o teste rápido seja realizado a partir do décimo dia.

“Os testes rápidos acusam a presença de anticorpos e os anticorpos só são produzidos no organismo a partir de um determinado período, sendo detectáveis a partir do décimo dia, geralmente, quando o exame se torna confiável. Os casos mais graves têm um tratamento diferenciado. As pessoas internadas, por exemplo, realizam a coleta de exame que são encaminhados ao Laboratório Central do Estado”, explica.

Texto/foto: Rodrigo Bergsleithner

Deixe uma resposta