Seja Bem vindo!
Tecnologia

SEMAGRI substitui 1.300 metros de rede de água no interior de Santo Ângelo

4 de junho de 2020
Curta e Compatilhe

Com a obra na Linha Caimento, Governo Municipal ultrapassa a extensão de 60 quilômetros de tubulação para abastecimento da área rural de Santo Ângelo

A substituição da rede deve normalizar o abastecimento de água para as dez famílias que moram na localidade de Linha Caimento, interior de Santo Ângelo, e que vinham enfrentando sérios problemas causados pelos efeitos da estiagem prolongada.

Na manhã desta quinta-feira, 04, o prefeito Jacques Barbosa, acompanhado do secretário da Agricultura Gilmar Borges, do coordenador das Associações de Produtores e das Agroindústrias da SEMAGRI, Diomar Formenton, do coordenador da Secretaria Municipal dos Transportes, Plínio dos Anjos Teixeira e de moradores, esteve visitando as obras e ouvindo a comunidade contemplada.

Conforme relato dos moradores Adolfo Kreuzberger e Pedro Coimbra da Silva, a precariedade no abastecimento de água vinha sendo registrada há cerca de seis meses, em razão da falta de chuvas, que obrigou os agricultores a fornecerem água dos seus poços artesianos para a dessedentação dos animais, além de problemas na tubulação instalada há aproximadamente cinco anos.

Para restabelecer a normalidade no abastecimento da comunidade, o Departamento de Águas da Secretaria Municipal da Agricultura (SEMAGRI) iniciou nesta semana a construção de uma rede com 1.300 metros de extensão, com a instalação de Tubos de Polietileno de Alta Densidade (PEAD) de 40 milímetros, mais resistentes e duráveis. A obra deve estar concluída em dez dias.

Segundo os servidores do Departamento de Águas, Fábio Liebert e Edson Scremin, a rede substituída vai levar água de uma fonte drenada às propriedades rurais da comunidade para a dessedentação dos animais que consumiam a água potável dos poços artesianos, provocando o desabastecimento das famílias. “A rede vai garantir o abastecimento dos moradores, evitar o desgaste da bomba submersa e reduzir o custo com energia elétrica. Além disso, os animais das propriedades terão água natural da fonte drenada para o consumo”, afirmou Liebert.

Na incursão ao interior, o prefeito Jacques explanou aos moradores que água potável é qualidade de vida e que esta é uma obsessão do atual governo. “Estamos trabalhando para garantir a qualidade da água consumida pela população rural. São mais de 60 quilômetros de rede de água, nova ou substituída em nossa gestão, e mais uma série de ações para a melhoria da qualidade de vida”, argumentou o prefeito.

Jacques também explanou sobre o Plano de Saneamento Básico Rural, projeto pioneiro no Rio Grande do Sul, desenvolvido em parceria com o Ministério Público, e que tem garantido uma série de ações no interior, como a avaliação da qualidade da água, o esgotamento sanitário e o recolhimento dos resíduos domésticos.

Fotos: Fernando Gomes

Deixe uma resposta