Seja Bem vindo!
Cultura

Semana Cultural abre com tema voltado às artes cênicas

13 de agosto de 2019
Curta e Compatilhe

Abertura oficial da 27ª edição foi no dia em que a Redução de Santo Ângelo Custódio completou 313 anos de fundação. Programação segue até o dia 18

A 27ª Semana Cultural de Santo Ângelo iniciou sua programação no sábado, 10, e segue até o próximo domingo, dia 18, com uma série de eventos voltados à área da cultura. A abertura oficial foi no início da noite desta segunda-feira, dia 12, em cerimônia realizada no auditório do Centro Municipal de Cultura, trazendo nesta edição o tema “Imersão nas artes cênicas” elevando o cinema, o teatro e a dança, e tendo com patronesse a professora Janise Adams, homenageada pelo Governo Municipal e pelos integrantes da ONG Parceiros do Bem, entidade que a agraciada preside.

O ato também marcou a abertura das inscrições para o 6º Concurso Amador de Fotografias que neste ano traz o tema “Encontros e desencontros do meu viver”, com o objetivo de retratar momentos rotineiros (almoço em família, compras no supermercado, situações de ângulos, estilos, e épocas diferentes pelo olhar fotográfico). As imagens devem ser inéditas e retratadas em Santo Ângelo.

A secretária municipal de Cultura, Neusa Cavalheiro, assinalou que o dia 12 de agosto marca os 313 anos de fundação da redução de Santo Ângelo Custódio, em 1706, pelo padre belga Diogo Haze, da Companhia de Jesus. Santo Ângelo Custódio foi à última das reduções construídas no ciclo missioneiro. Em sua manifestação, Neusa ressaltou a evolução dos investimentos na área cultural de Santo Ângelo pela atual gestão e que tem proporcionado avanços no setor, levando as diferentes manifestações artísticas e culturais mais próximas da população.

Ao declarar aberta oficialmente a 27ª Semana Cultural, o prefeito Jacques Barbosa, lembrou os investimentos e as ações do Governo Municipal para garantir o acesso da comunidade santo-angelense às expressões da arte na valorização do acervo cultural de Santo Ângelo.

Entre as ações, o prefeito destacou a extensão do funcionamento do Museu Municipal Dr. José Olavo Machado e do Memorial à Coluna Prestes aos finais de semana, facilitando o acesso de turistas e das famílias trabalhadores de Santo Ângelo; a valorização da história com os museus instalados na Atafona e mais recentemente no Distrito Sossego; e os eventos culturais incentivados pelo Governo Municipal como Festival Internacional de Teatro, o Canto Missioneiro, o Festival Santo Ângelo em Dança, a Feira do Livro e outros eventos que colocam o município como referência regional na área da cultura e que repercutem na economia local.

O chefe do Executivo também lembrou o programa cultural lançado em parceria com o Governo do Estado, em 2018, que destinou R$ 200 mil contemplando 25 projetos de artistas locais, sendo o maior investimento para a área nas últimas décadas, por meio do “Pró-Cultura aproximando culturas”. Jacques anunciou que trabalha na conclusão do projeto financeiro para a construção da sede própria da Academia Santo-Angelense de Letras (ASLE) e na captação de recursos para a modernização do Teatro Municipal Antonio Sepp.

PATRONESSE

Escolhida como patronesse desta 27ª Semana Cultural, a professora Janise Adams foi alvo de muitas homenagens pelo Governo Municipal e pelos integrantes da ONG Parceiros do Bem, organização voltada às manifestações culturais a qual preside desde 2014.

Janise Adams nasceu em Santo Ângelo, em 19 de agosto de 1982. É filha de Hélio e Célia Cargnelutti, casada com Rodrigo Colovini, mãe de Júlia Adams Colovini. Licenciada em Matemática pela URI – Universidade Regional Integrada Campus Santo Ângelo. Pós-graduada em Orientação Educacional e pós-graduanda em Supervisão Escolar pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci. É professora de matemática da rede pública estadual. Atualmente é vice-diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental Madre Catarina Lépori; sócio-fundadora da Organização Não-Governamental Parceiros do Bem sendo a atual presidente da entidade. Há doze anos tem envolvimento com a cultura local e regional, promovendo inclusão social de crianças e adolescentes por meio de atividades artísticas e culturais.

isivelmente emocionada com a indicação de patronesse e com as homenagens prestadas, Janise agradeceu pela escolha de seu nome e lembrou que em 2014, juntamente com um grupo de amigos, fundou a ONG Parceiros do Bem, oferecendo danças urbanas, balé, dança contemporânea, teatro, capoeira e futebol de campo nos gêneros masculino e feminino. “Hoje posso contar com verdadeiros parceiros do bem que integram a diretoria, o grupo de sócios colaboradores e as famílias dos participantes das atividades que não mede esforços para nossos sonhos sejam possíveis. Como sempre dizemos: juntos somos mais.

Ao finalizar o seu pronunciamento, Janise disse que cultura é tudo aquilo que resulta da criação humana, toda experiência adquirida e transmitida, e fez um apelo às autoridades: “O caminho é longo, muitas vezes cansativo, mas a beleza da paisagem depende da altura da montanha que escalamos. Nunca vejam cultura e arte como despesa ou prejuízo, e sim como um investimento em um futuro melhor”.

PRESENÇAS

Também prestigiaram a solenidade de abertura da Semana Cultural, Osmar Veronese, procurador da República em Santo Ângelo; Fábio Cunha, presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos do Rio Grande do Sul; Dalmir Ledur, presidente da Associação do Brique da Praça e autor da lei municipal que institui em Santo Ângelo a Semana Cultural; Luis Carlos Cavalheiro, secretário municipal da Saúde; Luis Alberto Voese, secretário da Fazenda; José Carlos Ferraz, secretário do Planejamento; Jonas Realdi, secretário interino do Turismo, Esporte, Lazer e Juventude; Otávio Reichert, presidente da ASLE; Tanara Mantovani, presidente interina do Conselho Municipal de Políticas Culturais; Fabiane Koaski, Rainha da 19ª FENAMILHO Internacional; e artistas locais.

Fotos: Fernando Gomes

Deixe uma resposta