Seja Bem vindo!
Educação

URI Santo Ângelo compartilha pesquisas e estudos de Direito com estudantes de Ensino Médio

7 de maio de 2019
Curta e Compatilhe

A URI, como Universidade Comunitária leva muito a sério seu papel social, voltando-se para a comunidade e levando até ela os estudos realizados, bem como, buscando elementos para pesquisa.

Nesse sentido, é que a professora doutora Rosângela Angelin, da graduação e do PPGD em Direito, com sua orientanda do doutorado, Paulo Adroir Magalhães Martins e a mestranda Carina Caetano de Oliveira Quines palestraram para educadoras/es e turmas do terceiro ano do Ensino Médio da Escola Estadual de Educação Básica Santos Dumont/Polivalente, de Santa Rosa, sobre o tema “Direitos Humanos, Movimentos Feministas e Identidade de Gênero: processos de resistência por dignidade humana”, discorrendo sobre suas pesquisas acadêmicas e vivências em torno das questões de gênero, violências e busca de relações humanas mais equilibradas.

Para Rosângela, “todos nós temos uma responsabilidade individual e social na construção de uma sociedade mais justa e fraterna. A Universidade é um espaço de construção do conhecimento e, ao mesmo tempo, deve ter contato direto com a comunidade, para partilhar as pesquisas e estudos. É importante que as pessoas que estudam na URI possam ter essa experiência de estar no meio da sociedade, de partilhar experiências e ouvir as múltiplas visões de pessoas do povo, como é o caso desses jovens de Ensino Médio”.

A doutoranda Paulo Adroir Magalhães Martins avalia como positiva as iniciativas de ação social tidas pelo PPGD Mestrado e Doutorado em Direito: “A linha humanística que o Programa de Pós-graduação stricto sensu em Direito da URI – Campus Santo Ângelo apregoa não apenas uma perspectiva de análise jurídica do mundo, mas também desenvolve a consciência de que o direito é mais que leis e decisões jurisdicionais, ele trata essencialmente das formas como nós, seres humanos, nos relacionamos. Acredito, também, que a oportunidade de compartilhar as minhas pesquisas com diversos públicos é altamente enriquecedora, principalmente no desenvolvimento de novas óticas e romper com pré-conceitos. Afinal de contas, tratar sobre as relações humanas e o estabelecimento de respeito entre as pessoas é essencial para construção de relações sociais saudáveis.”

Nessa mesma linha de análise, a mestranda Carina evidencia também a importância do curso de graduação em Direito da URI na sua vida: “É muito importante eu poder compartilhar minha pesquisa de campo desenvolvida em espaços escolares, ambiente muito especial para a constituição do sujeito. Para mim, a graduação em Direito auxiliou no processo de humanização, e esse também é o intuito: humanizar ainda mais os espaços escolares. Assim, é importante o debate de temas envolvendo relações de gênero para que as pessoas não sejam tratadas com preconceito, violentadas ou até mortas pelo simples fato de não estarem adequadas a um determinado ‘padrão’ comportamental, ficando claro que não bastam os avanços jurídicos. Se faz necessária uma mudança de postura social, cultural e estatal”.

Essa ação social faz parte do Projeto de Pesquisa “Direitos Humanos e Movimentos Sociais na Sociedade Multicultural” e do Projeto de Extensão “O lugar dos corpos das Mulheres na sociedade”, ambos coordenados pela professora Rosângela Angelin.

Gilda Gonçalves Karlinski – Jornalista
Assessoria de Comunicação- URI Santo Ângelo

Deixe uma resposta